PÁSCOA NA ESCOLA

Referencial Histórico

Do hebreu Peseach, Páscoa significa a passagem da escravidão para a liberdade. É a maior festa do cristianismo e, naturalmente, de todos os cristãos, pois nela se comemora a Passagem de Cristo - "deste mundo para o Pai", da "morte para a vida", das "trevas para a luz". Considerada, essencialmente, a Festa da Libertação, a Páscoa é uma das festas móveis do nosso calendário, vinda logo após a Quaresma e culminando na Vigília Pascal.
No entanto às vezes nos sentimos um pouco frustrados com relação à lembrança que a palavra Páscoa traz às crianças. A Festa da Ressurreição perde sua importância para o Theobroma Cacau, o “néctar dos deuses” para os gregos: o chocolate. Tomando a forma de ovos e coelhos, que representam respectivamente a força da vida e a fecundidade, ele tomou o lugar daquela que seria a Festa da vida.
Os povos antigos costumavam presentear os amigos com ovos. Os chineses costumavam distribuir ovos coloridos entre amigos, na primavera, lembrando à renovação da vida. Os cristãos foram os primeiros a dar ovos coloridos na Páscoa simbolizando o nascimento para uma nova vida e a ressurreição de Jesus Cristo. Os ovos eram mais um presente decorativo. A substituição dos ovos cozidos e pintados à mão por ovos de chocolate, pode ser justificada pela abstinência no consumo de alguns alimentos, de origem animal, por alguns cristãos, no período da quaresma. A indústria do chocolate viu aí uma grande oportunidade de colocar definitivamente o produto no mercado. Também é época de começar a plantar, época do amor, de refletirmos sobre nossos atos, de promessas e de decisões, pois a Terra e a natureza despertam para uma nova vida.













Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HOMENAGEM AO DIA DO DIRETOR DA ESCOLA

EM FOCO " NATUREZA E AMBIENTE ESCOLAR" - 39 ANOS DE HISTÓRIA

FRASES VENCEDORAS PARA O DESFILE 7 SETEMBRO 2011